Imaculada Conceição da Virgem Santa Maria

Celebramos hoje uma das festas mais bonitas e populares da Bem-Aventurada Virgem: a Imaculada Conceição. Maria não só não cometeu pecado algum, mas foi preservada até da herança comum do género humano que é o pecado original. E isto devido à missão para a qual Deus a destinou desde o início: ser a Mãe do Redentor. Tudo isto está contido na verdade da fé da “Imaculada Conceição”. O fundamento bíblico deste dogma encontra-se nas palavras que o Anjo dirigiu à jovem de Nazaré: “Salve, ó cheia de graça, o Senhor está contigo” (Lc 1, 28)

“Cheia de graça” no original grego ”kecharitoméne” é o nome mais bonito de Maria, nome que lhe foi conferido pelo próprio Deus, para indicar que ela é desde sempre e para sempre a amada, a eleita, a predestinada para acolher o dom mais precioso, Jesus, “o amor encarnado de Deus” (Bento XVI, Angelus, 8 de Dezembro, 2006).

Hino

Toda formosa, alegres Te cantamos,
Ó Mãe do Amor formoso e nossa Mãe.
A sombra do pecado não tocou
Teu ser imaculado.

Glória do nosso povo e do seu templo,
Honra da Igreja e seu modelo vivo,
Senhora, faz que pela vida fora
Sigamos os teus passos.

Teu rosto é puro como o sol ardente,
Teus vestidos de neve como a graça.
Assim cheguemos com a tua ajuda
Ao termo da jornada.

Com palavras do Anjo Te saudamos,
Virgem da Conceição, nossa Rainha:
És bendita entre todas as mulheres,
O Senhor é contigo.

Contigo, ó Virgem, Estrela da manhã,
Se elevem nossos hinos de louvor
Ao Pai e ao Filho e ao Espírito Paráclito,
Por toda a eternidade.

Oração

Senhor nosso Deus, que, pela Imaculada Conceição da Virgem Maria, preparastes para o vosso Filho uma digna morada e, em atenção aos méritos futuros da morte de Cristo, a preservastes de toda a mancha, concedei-nos, por sua intercessão, a graça de chegarmos purificados junto de Vós. Por Nosso Senhor Jesus Cristo vosso Filho que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. Amen.

 

Abrir

Orar é abrir-se

A oração tem como primeiro efeito criar em mim as condições de abertura a Deus, de comunhão com Ele, de Lhe abrir a porta. Pedir é dispor-me a receber, não é estar a avisar Deus do que me falta, é abrir o coração para o que Ele sabe que eu necessito e tem para me dar. É um acto de humildade de quem se reconhece carente de amor e graça.

Vasco P. Magalhães, sj

Abrir

Hino de Laudes do II Domingo do Advento

HINO

Erguei-vos, que vem o Senhor!
A voz do profeta anuncia
Aos que O procuram no deserto:
Erguei-vos, que vem o Senhor!
O Reino de Deus se aproxima!

Erguei-vos, que vem o Senhor!
Em nós a esperança renasce
Ao ver cumpridas as promessas.
Erguei-vos, que vem o Senhor!
Endireitai suas veredas!

Erguei-vos, que vem o Senhor!
Nossos corações estremecem
E surgem cantos de alegria.
Erguei-vos, que vem o Senhor!
Lavai-vos dos vossos pecados!

Erguei-vos, que vem o Senhor!
Na água João vos baptiza
Como sinal de penitência.
Erguei-vos, que vem o Senhor!
É Ele, em verdade, o Messias!

Erguei-vos, que vem o Senhor!
No Espírito Santo e no fogo
Baptizará os que O seguirem.
Erguei-vos, que vem o Senhor!
É Ele o Salvador do mundo!

Abrir

“Preparai o caminho do Senhor”

Faz-nos, esperar em Ti, ó Senhor,
prepara dentro de nós caminhos de novidade evangélica.
Que os nossos desertos quotidianos
sejam irrigados pela Tua graça
que converte e salva.

Que as nossas indecisões sejam vencidas
e cada um de nós seja profeta e samaritano
do compromisso com o Irmão.
Que o nosso agir seja guiado pela Tua providência de Pai
de modo a que a nossa confiança
não se refugie em estruturas
mas seja ancorada, somente,
no Teu amor fiel e sempre renovador.

Sejam os nossos gestos e palavras, Senhor,
cheios da Tua misericórdia e ternura,
para que a cada Irmão e Irmã
seja oferecida a graça do recomeço.

E, por fim, Senhor,
dá-nos um coração agradecido, cheio de Evangelho
para que cada recanto do nosso ser e do nosso agir
seja batizado com aquela humildade de quem sabe
que “vai chegar Aquele que nos baptizará no Espírito Santo”.
«Maranatha! Vem Senhor Jesus!»
Amen.

Abrir

Do Advento ao Natal – Semana 2

Apresentamos a proposta de itinerário “Do Advento ao Natal” relativa à 2ª semana do Advento. Esta etapa, tal como a anterior, é constituída por uma frase da Sagrada Escritura e um propósito programático para viver e exercitar em cada dia da segunda semana. Feliz caminhada da segunda semana “Do Advento até ao Natal”!

Domingo, 5 de Dezembro: «Toda a criatura verá a salvação de Deus» (Lc 3, 6).  Preparai o caminho do Senhor, endireitai as suas veredas. Sejam alteados todos os vales e abatidos os montes e as colinas; endireitem-se os caminhos tortuosos e aplanem-se as veredas escarpadas; e toda a criatura verá a salvação de Deus (cf. Lc, 3, 4-6).

Concedei, Deus omnipotente e misericordioso, que os cuidados deste mundo não sejam obstáculo para caminharmos generosamente ao encontro de Cristo, mas que a sabedoria do alto nos leve a participar no esplendor da sua glória. Ele que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. Amen.

Segunda-feira, 6 de Dezembro: ser curado pela Palavra. «Pegou na enxerga em que jazia e foi para a sua casa, glorificando a Deus.» (Lc 5, 25).

Quais são os obstáculos à minha escuta da Palavra? Tenho necessidade de me reconciliar com Deus que fala?

Terça-feira, 7 de Dezembro: abandonar o meu coração de criança. «Como um pastor apascentará o seu rebanho e reunirá os animais selvagens, tomará os cordeiros em seus braços e conduzirá as ovelhas ao seu descanso.» (Is 40, 11).

Confio ao Pastor da minha alma o que perdi do meu coração de criança.

Quarta-feira, 8 de Dezembro: Solenidade da Imaculada Conceição: acolher a Palavra com Maria «Eis a serva do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra» (Lc 1, 38).

Hoje rezo o Terço meditando os mistérios da infância.

Quinta-feira, 9 de Dezembro: a obra de Deus. «Sou Eu, o Senhor, teu Deus, que te seguro pela mão direita, e digo-te: ‘Não temas, Eu venho em teu auxílio!’» (Is 41, 13).

Hoje trabalho deixando aparecer a ajuda recebida do Senhor.

Sexta-feira, 10 de Dezembro: uma escuta interior. «Ah! Se tivesses atendido às minhas ordens! A tua paz seria como um rio.» (Is, 48, 18).

Determino-me a obedecer à voz do Senhor em mim. Saboreio a paz que daí resulta.

Sábado, 11 de Dezembro: ordenar a minha vida. «Sim, Elias há de vir e restabelecerá todas as coisas.» (Mt 17, 11).

Na minha vida tudo está no seu preciso lugar? Tudo vem do Amor e vai para o Amor?

Abrir

São José, ajuda-me a deixar-me surpreender por Deus

São José,
tu que amaste Maria com liberdade
e optaste por renunciar à tua imaginação
para dar espaço à realidade,
ajuda cada um de nós
a deixarmo-nos surpreender por Deus
e acolher a vida, não como um imprevisto
do qual temos de nos defender,
mas como um mistério que esconde
o segredo da verdadeira alegria.
Obtém para todos os noivos cristãos
a alegria e a radicalidade,
e que eles mantenham sempre a consciência
de que só a misericórdia e o perdão
tornam possível o amor. Amen.

Catequese do Papa Francisco sobre São José, 1 de Dezembro, 2021: “São José, homem justo e esposo de Maria”:

https://www.vatican.va/content/francesco/pt/audiences/2021/documents/papa-francesco_20211201_udienza-generale.html

Abrir

“Vigiai, portanto, e orai em todo o tempo”

“Velai”, a vigilância. Façamos uma pausa sobre este aspeto importante da vida cristã. Das palavras de Cristo vemos que a vigilância está ligada à atenção: estai atentos, vigiai, não vos distraiais, isto é, permanecei acordados! Vigiar significa isto: não permitir que o coração se torne preguiçoso e que a vida espiritual se amoleça na mediocridade. Prestai atenção porque se pode ser “cristãos adormecidos… Precisamos de estar vigilantes para não arrastar os dias no hábito, para não nos sobrecarregarmos – diz Jesus – com as preocupações da vida.

E acrescentemos um ingrediente essencial: o segredo para estar vigilante é a oração. Com efeito, Jesus diz: «Velai, orando continuamente» (Lc 21, 36). É a oração que mantém acesa a lâmpada do coração. Especialmente quando sentimos que o entusiasmo se arrefece, a oração reacende-o, porque nos reconduz para Deus, para o centro das coisas. A oração desperta a alma do sono e concentra-a no que é importante, na finalidade da existência. Até nos dias mais movimentados, não negligenciemos a oração.

Papa Francisco, Angelus, 28 de Novembro, 2021

Abrir

Vem, Senhor Jesus

Desperta-nos, Senhor,
que os nossos corações não adormeçam por acomodação,
que os nossos olhos não ceguem por causa da indiferença,
que os nossos lábios não condenem por murmuração,
que os nossos ouvidos se abram à Tua Palavra,
que as nossas vidas sejam sinal e presença do Teu Evangelho.
Guia-nos, Senhor, em cada noite,
para que seja a Tua Luz a conduzir os nossos passos
e seja o Teu Amor a fazer brotar cada decisão.
Não permitas, Senhor,
que cedamos à tentação da inércia,
ou de dar por adquirido todo o dom e toda a graça.
Faz-nos, desejar,
como na primeira hora em que nos deste o dom da fé,
estar vigilantes como sentinela que espera a aurora,
não motivados pelo medo da noite
mas sim pelo desejo
de sermos testemunhas fiéis da Tua Palavra,
durante o dia, todos os dias…
Amen.

Abrir

Do Advento ao Natal – Semana 1

Apresentamos uma proposta de itinerário “Do Advento ao Natal” para rezar em cada dia do Advento. Cada etapa é constituída por uma frase da Sagrada Escritura e um propósito programático para viver e exercitar nesse próprio dia. Feliz caminhada do Advento até ao Natal!

– Domingo, 28 de Novembro: Está próxima a vossa libertação. «Está próxima a vossa redenção. Tende cuidado convosco, para que nunca os vossos corações se tornem pesados com a devassidão, a embriaguez e as preocupações desta vida» (Lc 21, 28. 34).

– Despertai, Senhor, nos vossos fiéis a vontade firme de se prepararem, pela prática das boas obras, para ir ao encontro de Cristo, de modo que, chamados um dia à sua direita, mereçam alcançar o reino dos Céus. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. Amen.

– Segunda-feira, 29 de Novembro: Amar a vontade do Senhor. «Vinde, subamos à montanha do Senhor, (…) Ele nos ensinará os seus caminhos, e nós andaremos pelas suas veredas.» (Isaías 2, 3).

– Estou consciente de que o Senhor demonstra uma vontade de amor? Como vivê-la?

– Terça-feira, 30 de Novembro, Festa de Santo André, Apóstolo: Afirmar a própria Fé. «Com o coração se acredita para obter a justiça e com a boca se professa a fé para obter a salvação.» (Rom 10, 10).

– Sou capaz de afirmar a minha fé na Incarnação? Procuro uma ocasião para encontrar Deus no homem.

– Quarta-feira, 1 de Dezembro: Habitar na casa do Senhor. «E habitarei na casa do Senhor todos os dias da minha vida.» (Sl 23).

– Contemplo a Obra de Deus nas pequenas coisas? Ofereço os meus trabalhos, com as suas alegrias e dores, permanecendo no seu louvor?

– Quinta-feira, 2 de Dezembro: Permanecer no seu amor. «Imutável no vosso desígnio, Vós conservais a paz, a paz àquele que em Vós confia.» (cf. Is 26, 1-6).

– O amor de Cristo alimenta a minha esperança e o meu amor pelos homens?

– Sexta-feira, 3 de Dezembro: Alegrar-se na pequenez. «Os humildes alegrar-se-ão cada vez mais no Senhor.» (Is. 29, 19).

– O que é que eu vivo de mais humilde, e que é fonte de grande alegria na minha vida?

– Sábado, 4 de Dezembro: Dar da nossa pobreza. «Recebestes de graça: dai de graça.» (Mt 10, 8).

– Dou gratuitamente, sem contar? Hoje ofereço qualquer coisa pelo crescimento do Reino: um sorriso, um silêncio, um objecto.

Abrir