O amor maduro

Toda a gente usa a palavra “amor”. Mas tantas vezes abusa! Estamos sempre a cair na conta de que não estamos a falar do mesmo. Pode dizer-se que, muito para além das simpatias e das antipatias, o amor adulto é querer e fazer o bem do outro. E isso exige três coisas: ser inteligente, ser gratuito e ser eficaz! Inteligente para perceber bem do que o outro precisa: que lhe fale, que me cale, que exija, peça, dê… Gratuito, porque a busca da retribuição tira a liberdade ao outro, compra-o! Eficaz, porque só com intenções o mundo não cresce, confunde-se e decresce.

Vasco P. Magalhães, sj

Abrir

Nunca estamos sozinhos

Jesus ensinou-nos a tratar Deus por Pai, ou melhor, por Papá (na língua dele: Abbá). Quem não recorda a oração que Ele nos ensinou: o Pai-Nosso? A paternidade de Deus é fonte da nossa esperança. Como vemos no Evangelho, Deus não consegue estar sem nós. Nunca estamos sozinhos. Podemos viver afastados d’Ele, ou mesmo estar contra Ele; podemos até professar-nos como pessoas «sem Deus». Mas Ele não pode estar sem nós. Pensemos na parábola do Pai misericordioso. Quando o filho pródigo, depois de ter gasto tudo, regressa à casa onde nasceu, o pai não aplica critérios de justiça humana, mas primariamente sente a necessidade de perdoar e, com o seu abraço, faz o filho perceber que, durante todo o tempo da sua ausência, sentiu falta dele, o seu amor de Pai sofreu. Como Jesus ensinou e viveu, Deus é Pai, mas não à nossa maneira humana: nenhum pai deste mundo se teria comportado como o Protagonista da referida parábola. Deus não pode estar sem nós; sente a nossa falta. Ele nunca será um Deus «sem o homem». Esta certeza é a fonte da nossa esperança, que encontramos espelhada em todas as invocações do Pai-Nosso. Quando precisamos de ajuda, Jesus não nos diz para nos resignarmos e fecharmos em nós mesmos, mas ensina-nos a elevar ao Pai do Céu uma súplica confiante. Todas as nossas necessidades, desde as mais evidentes e diárias como a alimentação, a saúde, o trabalho, até à necessidade de sermos perdoados e sustentados contra as tentações, não são uma prova de que estamos abandonados e sozinhos, mas há um Pai amoroso nos Céus que sempre olha por nós e nunca nos abandona.

Papa Francisco, Resumo da Audiência Geral, 7 de Junho de 2017

Abrir

Amar os inimigos

O Evangelho insiste neste grande desafio (que alguns pensam impossível!) do amor aos inimigos. Mas como é isso? Assim como amar o amigo e querer o seu bem e o seu crescimento é mais do que ter simpatia, o que se pede é agir com o inimigo de modo semelhante. Querer eficazmente, não só de desejo, mas fazendo por isso, que ele mude, que encontre um caminho digno e pacífico… e então perdoar-lhe, isto é, dar-lhe outra oportunidade.

Vasco P. Magalhães, sj

Abrir

O melhor jejum

Jejum de palavras negativas e dizer palavras bondosas. Jejum de descontentamento e encher-se de gratidão. Jejum de raiva e encher-se com mansidão e paciência. Jejum de pessimismo e encher-se de esperança e optimismo. Jejum de preocupações e encher-se de confiança em Deus. Jejum de queixas e encher-se com as coisas simples da vida. Jejum de tensões e encher-se com orações. Jejum de amargura e tristeza e encher o coração de alegria. Jejum de egoísmo e encher-se com compaixão pelos outros. Jejum de falta de perdão e encher-se de reconciliação. Jejum de palavras e encher-se de silêncio para ouvir os outros.

Papa Francisco

Abrir

Domingo do Pentecostes – Ano A

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João (Jo 20, 19-23)

Ao anoitecer daquele dia, o primeiro da semana, estando fechadas as portas do lugar onde os discípulos se encontravam, com medo das autoridades judaicas, veio Jesus, pôs-se no meio deles e disse-lhes: «A paz esteja convosco!» Dito isto, mostrou-lhes as mãos e o peito. Os discípulos encheram-se de alegria por verem o Senhor. E Ele voltou a dizer-lhes: «A paz seja convosco! Assim como o Pai me enviou, também Eu vos envio a vós.» Em seguida, soprou sobre eles e disse-lhes: «Recebei o Espírito Santo. Àqueles a quem perdoardes os pecados, ficarão perdoados; àqueles a quem os retiverdes, ficarão retidos.»

Vinde, ó santo Espírito

Vinde, ó santo Espírito, vinde, Amor ardente, acendei na terra vossa luz fulgente. Vinde, Pai dos pobres, na dor e aflições, vinde encher de gozo nossos corações.

Benfeitor supremo em todo o momento, habitando em nós sois o nosso alento. Descanso na luta e na paz encanto, no calor sois brisa, conforto no pranto.

Luz de santidade, que no Céu ardeis, abrasai as almas dos vossos fiéis. Sem a vossa força e favor clemente, nada há no homem que seja inocente.

Lavai nossas manchas, a aridez regai, sarai os enfermos e a todos salvai. Abrandai durezas para os caminhantes, animai os tristes, guiai os errantes.

Vossos sete dons concedei à alma do que em Vós confia: Virtude na vida, amparo na morte, no Céu alegria. Amen. Aleluia.

Palavra para o caminho

O Espírito Santo é a alma da Igreja. Sem Ele, ao que se reduziria ela? Sem dúvida, seria um grande movimento histórico, uma instituição social complexa e sólida, talvez uma espécie de agência humanitária. E na verdade é assim que a julgam quantos a consideram fora de uma perspectiva de fé. Na realidade, porém, na sua verdadeira natureza e também na sua mais autêntica presença histórica, a Igreja é incessantemente plasmada e orientada pelo Espírito do seu Senhor. É um corpo vivo, cuja vitalidade é precisamente o fruto do invisível Espírito divino (Bento XVI).

Abrir

Ó Jesus, vós sois os nossos olhos

A Vossa alegria [Senhor] é a de nos fazer participar em todos os Vossos bens! Ó Jesus, Vós sois a luz dos átrios celestes! Sois Vós que nos dais a luz para nos fazer compreender as profundezas de Deus.

Beato Pe. Maria-Eugénio do Menino Jesus

Abrir

Conclusão do mês de Maio

Oração jubilar de consagração

Salve, Mãe do Senhor, Virgem Maria, Rainha do Rosário de Fátima! Bendita entre todas as mulheres, és a imagem da Igreja vestida da luz pascal, és a honra do nosso povo, és o triunfo sobre o assalto do mal.

Profecia do Amor misericordioso do Pai, Mestra do Anúncio da Boa-Nova do Filho, Sinal do Fogo ardente do Espírito Santo, ensina-nos, neste vale de alegrias e dores, as verdades eternas que o Pai revela aos pequeninos. Mostra-nos a força do teu manto protector. No teu Imaculado Coração, sê o refúgio dos pecadores e o caminho que conduz até Deus.

Unido/a aos meus irmãos, na Fé, na Esperança e no Amor, a Ti me entrego. Unido/a aos meus irmãos, por Ti, a Deus me consagro, ó Virgem do Rosário de Fátima. E, finalmente envolvido/a na Luz que das tuas mãos nos vem, darei glória ao Senhor pelos séculos dos séculos. Amen.

Abrir

Rezar a Maria e com Maria no mês de Maio – 28

Maria, omnipotente suplicante

Maria, minha Mãe santíssima, poderosa intercessora, ao teu pedido o teu Filho respondeu “A minha hora ainda não chegou” (Jo 2, 4). E tu adiantaste o relógio de Deus em favor dos noivos de Caná. E o milagre realizou-se, pontualmente, dentro do horário previsto por ti. As mães são as únicas pessoas que podem dispor sempre das horas dos seus filhos porque têm a corda do relógio, que é o coração do filho. Por isso é que te chamamos “omnipotente suplicante” porque é impossível que o teu Filho diga não às tuas súplicas. Porque és nossa Mãe a tua hora é: “sempre”.

Saúda Maria, pensa em Maria, repete o nome de Maria, honra Maria, glorifica sempre Maria, dirige o teu olhar a Maria, recolhe-te na tua habitação com Maria, cala com Maria, alegra-te com Maria, entristece-te com Maria, trabalha com Maria, vigia com Maria, ora com Maria, caminha com Maria, descansa com Maria, procura Jesus com Maria, leva Jesus nos teus braços com Maria, vive em Nazaré com Jesus e Maria, vê Jerusalém com Maria, permanece ao pé da cruz de Jesus com Maria, deseja viver e morrer com Jesus e Maria. Faz isto e viverás eternamente” (Tomás de Kempis).

Abrir

Rezar a Maria e com Maria no mês de Maio – 27

Maria, Esposa formosíssima do Espírito Santo

Santa Maria, rogai por nós. Imaculada Esposa do Espírito Santo, rogai por nós. Puríssima Esposa do Espírito Santo, rogai por nós. Devotíssima Esposa do Espírito Santo, rogai por nós. Piedosíssima Esposa do Espírito Santo, rogai por nós. Benigníssima Esposa do Espírito Santo, rogai por nós. Amabilíssima Esposa do Espírito Santo, rogai por nós. Amadíssima Esposa do Espírito Santo, rogai por nós. Esposa eleita do Espírito Santo, rogai por nós. Esposa formosíssima do Espírito Santo, rogai por nós. Esposa graciosíssima do Espírito Santo, rogai por nós. Esposa santíssima do Espírito Santo, rogai por nós. Esposa admirabilíssima do Espírito Santo, rogai por nós. Esposa humilíssima do Espírito Santo, rogai por nós. Verdadeiro Templo do Espírito Santo, rogai por nós. Modelo da alma agradável a Deus, rogai por nós. Exemplo maravilhoso de vida piedosa, rogai por nós. Bendita entre todos os descendentes de Eva, rogai por nós. Mãe cheia de graça, rogai por nós. Virgem coberta com a sombra do Espírito Santo, rogai por nós. Virgem repleta do Espírito Santo, rogai por nós.

Abrir

Rezar a Maria e com Maria no mês de Maio – 26

Bendita és Tu, ó Maria

Bendita és Tu, ó Maria, Templo de Deus, beleza e esplendor do Carmelo. Em Ti contemplamos a meta do nosso caminho, a estrada que nos leva a Cristo, nossa única esperança. Tu, Virgem do Carmelo, doce Mãe, dá-nos os teus favores. Com o teu exemplo ajuda-nos a viver como irmãos e irmãs do Senhor. Leva-nos cada dia a contemplar o teu Filho, e ensina-nos a servir com dedicação o nosso povo.

A Ti que és Mãe, queremos confiar toda a nossa vida: a harmonia da nossa família e da nossa comunidade, o serviço e o trabalho quotidiano, a alegria e o sofrimento de todas as pessoas, a educação e o futuro dos nosso jovens, o empenho na vivência e testemunho do Evangelho.

Leva-nos amorosamente pela mão, Senhora do Carmelo, e guia os nossos passos para Cristo. A Ele o louvor e glória, pelos séculos dos séculos. Amen.

Abrir