Via Sacra: 5ª Estação

5ª Estação: Jesus é julgado por Pilatos

V. Nós Vos adoramos e bendizemos, ó Jesus!

R. Que pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo!

Do Evangelho de São Marcos (15, 9-15): Pilatos perguntou à multidão: “querem que solte o Rei dos judeus?”. O povo, porém, incitado pelos príncipes dos sacerdotes, gritava: “solta-nos Barrabás”. Pilatos de novo perguntou: “que quereis que eu faça ao Rei dos judeus?”. Eles gritaram:” crucifica-O!”. Então Pilatos disse: “que mal é que ele praticou?”. Contudo eles ainda mais forte gritaram: “crucifica-O!”. Então Pilatos, querendo agradar à multidão, soltou-lhes Barrabás. E depois de ter mandado chicotear Jesus, entregou-O para que O crucificassem.

Pilatos quis manter a ordem no meio de um povo desordeiro, e quis também salvar um inocente. As duas coisas eram opostas. Os gritos da multidão impressionavam-no. E embora lavasse as mãos diante do povo, acabou por ser culpado do assassinato de um inocente. Pilatos, curioso por saber o que é a verdade, não a descobre diante de Cristo que Se cala… Pilatos quis agradar ao povo, libertando um homicida e condenando à morte Quem tinha vindo para dar a vida por todos.

Oremos: Senhor Jesus, que do tribunal religioso fostes levado à presença da autoridade politica para serdes condenado; Vós que passastes pela vida fazendo o bem e pregando a Boa Nova da salvação, sois entregue aos invejosos para serdes crucificado. Livrai-nos da hipocrisia de lavarmos as mãos perante a injustiça; que, seguindo o Vosso exemplo em todas as circunstancias, sempre salvemos e nunca condenemos. Vós que sois Deus com o Pai, na unidade do Espírito Santo.

R. Amen.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *