São João da Cruz – 14 de Dezembro

Nasceu em Fontiveros (Ávila, Espanha) no ano 1542. Em Medina del Campo, com 21 anos de idade, tomou o hábito da Ordem, na qual pediu para viver uma vida mais austera de acordo com a Regra primitiva. Foi um instrumento providencial nas mãos de Teresa de Jesus, a quem ajudou na sua obra desde a primeira fundação de religiosos contemplativos em Duruelo (28.11.1568). Morreu em Úbeda no dia 13 de Dezembro de 1591. É um grande mestre dos caminhos do espírito. As suas obras “Subida do Monte Carmelo”, “Noite Escura”, “Cântico Espiritual” e “Chama de Amor Viva”, valem-lhe o título de Doutor da Igreja universal, conferido por Pio XI em 24 de Agosto de 1926.

Preces

Aclamemos o Senhor Jesus Cristo, Cabeça e Esposo da Igreja, que nos alegra hoje com a festa de São João da Cruz; e digamos: R. Senhor Jesus Cristo, vós sois o Rei da Glória!

Palavra única do Pai pronunciada desde sempre no eterno silêncio e recebida no seio da Virgem Maria na plenitude dos tempos, ensinai-nos hoje a escutar a vossa palavra no íntimo do coração e guardá-la e manifestá-la pelas obras. R.

Sabedoria do Pai, que nos revelastes o excesso do vosso amor, quando vos humilhastes na Encarnação e na Cruz, concedei aos que redimistes com o vosso Sangue que vivam continuamente em íntima comunhão convosco. R.

Imagem perfeita do Pai, em vós nos são revelados e concedidos todos os mistérios do Amor eterno, fazei que, movidos pelo vosso Espírito, caminhemos de claridade em claridade até à vossa Luz inacessível. R.

Encanto Supremo do Pai, em vós Deus olha com ternura e carinho para todos os homens e mulheres, fazei que sejamos perfeitos e misericordiosos como o vosso Pai celeste. R.

Jesus, Primogénito de todas as criaturas, por meio de vós o Pai criou e reformou todas as coisas com o seu Amor, fazei que passemos das coisas visíveis para a contemplação da vossa beleza, que é invisível. R.

Oração

Senhor, que inspirastes a São João da Cruz, a perfeita abnegação de si mesmo e o ardente amor à cruz, concedei que, imitando o seu exemplo, cheguemos à contemplação eterna da vossa glória. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *