Solenidade do Sagrado Coração de Jesus – 28 de Junho

Pode dizer-se que a Solenidade do Sagrado Coração de Jesus tem as suas raízes, nos tempos modernos, em Santa Margarida Maria Alacoque (1647-1690), que, em tempos duros marcados pelo jansenismo, que apresentava um Deus frio e distante, que infundia temor, ousou proclamar a misericórdia do Coração de Jesus, onde os pecadores podiam encontrar o seu abrigo seguro. Foi-lhe confiada por Jesus a mensagem sobre a devoção das primeiras sextas-feiras. Abandona-te, como criança nos braços da mamã, à divina vontade de Deus e, de olhos fechados a quanto te rodeia, repousa no Coração Adorável de Jesus… cala, escuta e espera!!!” (Beata Elias de S. Clemente).

“Desde que me foi dado compreender o amor do Coração de Jesus confesso que Ele afastou todo o temor do meu coração. A recordação das minhas faltas humilha-me e leva-me a jamais a apoiar-me na minha força, que só é debilidade. Ainda mais: esta recordação fala-me da misericórdia e do amor. Quando alguém atira as suas faltas com filial confiança para o braseiro devorador do amor, como não poderiam ser consumidas sem remissão?” (Santa Teresinha do Menino Jesus).

Pensamentos de Santa Margarida Maria Alacoque sobre o Sagrado Coração de Jesus

– Nunca desconfieis da misericórdia do Sagrado Coração, que é infinitamente maior que todas as nossas misérias.

– O Sagrado Coração quer reinar no coração do mundo inteiro porque todos lhe foram dados por herança.

– O maior testemunho de amor que podemos dar ao Sagrado Coração e a melhor reparação que lhe podemos oferecer é unirmo-nos a Ele, muitas vezes, pela comunhão sacramental e desejarmos ardentemente essa união pela comunhão espiritual.

– Todos podemos ser apóstolos do Sagrado Coração, porque temos corpos capazes de sofrer e trabalhar, e corações para amar e orar.

Preces

Oremos, irmãos, a Jesus Cristo, descanso das almas, e peçamos-Lhe: Rei de bondade, tende compaixão de nós.

– Jesus Cristo, trespassado pela lança, que do vosso Coração aberto, ao brotar sangue e água, fizestes nascer a Igreja, vossa Esposa, tornai-a santa e imaculada. Rei de bondade, tende compaixão de nós.

– Jesus Cristo, nossa paz e reconciliação, que, morrendo na cruz, vencestes o ódio para fazer de todos nós um homem novo, abri-nos o caminho para o Pai. Rei de bondade, tende compaixão de nós.

– Jesus Cristo, nossa vida e ressurreição, conforto e descanso dos corações atribulados, atraí a Vós os pecadores. Rei de bondade, tende compaixão de nós.

– Jesus Cristo, obediente até à morte na cruz por causa da vossa infinita caridade para connosco, ressuscitai todos os que adormeceram na vossa paz. Rei de bondade, tende compaixão de nós.

Pai nosso

Oração

Sagrado Coração de Jesus, fazei o nosso coração semelhante ao vosso, neste dia belo e luminoso em que consagramos ao vosso Coração para sempre aberto a Igreja inteira e o mundo inteiro, sobretudo os que se afastaram de Ti, os doentes e desanimados, as famílias desavindas, as crianças abandonadas, os marginalizados e descartados, os que fogem de situações de guerra ou de miséria, e os que andam à procura de um abrigo, de uma mão carinhosa e de um coração aberto e acolhedor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *