Orando em cada dia da 1ª Semana do Advento em união com Maria

ORAÇÃO INTRODUTÓRIA

Senhor, acaba com este mundo em que a indiferença me tolda a visão, em que a rotina me ata, cria de novo os meus membros para que possam ser instrumentos generosos do teu Reino! Livra-me deste mundo em que consinto no egoísmo, em que olho tudo interesseiramente, cria em mim um coração que possa arder com a dor alheia e colocar amor onde a vida escasseia. Livra-me deste mundo onde reinam as aparências, a violência, de gestos ocos e palavras vazias… cria em mim olhos novos capazes de vislumbrar e até engendrar madrugadas, e dias de paz.

– SEGUNDA-FEIRA, 3 DE DEZEMBRO – «Permaneça em Deus e, uma vez que serve uma Senhora como a Virgem Maria, ela intercede por si, não se preocupe com mais nada» (Santa Teresa de Jesus, Carta 245, 4).

«Porque estás triste, minha alma? Espera em Deus» (Sl 42, 6).

Confio-me à intercessão de Maria com todas as minhas alegrias e preocupações.

– TERÇA-FEIRA, 4 DE DEZEMBRO – «Há uma criatura que conheceu este dom de Deus, uma criatura que nada nem sequer perdeu uma parcela Dele… é a Virgem fiel, que guardou todas as coisas em seu coração» (Santa Isabel da Trindade, Céu na fé, 39).

«Bem-aventurado o homem que encontra a sua alegria na Lei do Senhor e nela medita dia e noite» (Sl 1,2).

Escolho um versículo da Sagrada Escritura que guardo durante todo o dia no meu coração.

– QUARTA-FEIRA, 5 DE DEZEMBRO – «Maria era uma oração silenciosa, e é no silêncio desta oração silenciosa e discreta que Maria escutou a voz do Anjo. Ela não poderia ter escutado se não tivesse ficado em silêncio» (Pe. Jacques de Jesus, Retiro de 20.09.1936).

«O Senhor habita no seu Templo santo. Que toda a terra se cale diante Dele!» (Hab 2,20 ).

Espero de coração aberto para receber a Deus com um amor silencioso.

– QUINTA-FEIRA, 6 DE DEZEMBRO – «Esforcemo-nos para nos parecermos pelo menos um pouco com esta Santíssima Virgem, cujo hábito vestimos. Imitemos a sua humildade» (Santa Teresa de Jesus, Caminho da Perfeição, 19, 3).

«Exorto-vos, pois, a que procedais de um modo digno do chamamento que recebestes; com toda a humildade e mansidão, com paciência»… (Ef 4, 1-2).

Decido fazer um ato de humildade hoje.

– SEXTA-FEIRA, 7 DE DEZEMBRO – «A Mãe de Deus é minha, todas as coisas são minhas. Deus é meu e para mim … Alegra-te, minha alma!» (São João da Cruz, Oração da alma enamorada, 26).

«Louva, minha alma, o Senhor, e não esqueças nenhum dos seus benefícios!» (Sl 103, 2).

Vou libertar tempo para consciencializar todo o bem que Deus fez por mim. Deixo-me surpreender.

– SÁBADO, 8 DE DEZEMBRO – «Foi na solidão da sua cela que Maria falou com o Anjo Gabriel e que a Palavra do Pai encarnou nela» (Nicolau Gálico, A flecha de fogo).

«Jesus, de manhã muito cedo levantou-se e, tendo saído, retirou-se para um lugar deserto e para orar» (Mt 1,35).

Programo tempos de silêncio e solidão e vivo-os com fidelidade.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *