Compreender o Advento

O que é o Advento?

É o tempo de preparação para o Natal. Advento vem do latim e significa vinda ou chegada. É um tempo em que partilhamos a atitude do povo judeu, que esperava ansiosamente a chegada do Messias, aquele que viria libertar o povo. Recordamos a história de Israel e vemos como as promessas dos profetas se cumpriram em Jesus. Recordamos a sua vinda na história, há 2000 anos, mas também nos concentramos na nossa preparação pessoal, para que Jesus possa nascer mais na nossa vida.

Quanto tempo dura o Advento?

A Advento inclui os 4 domingos antes do Natal, começando no domingo que normalmente calha próximo do 30 de novembro. Termina no dia 24 de dezembro. É com este tempo que começa o novo ano litúrgico. A partir de 17 de dezembro (exceto o domingo) começam a usar-se leituras próprias da preparação próxima do Natal. Nestes 8 dias, a antífona do Aleluia começa com uma exclamação de chamamento dirigida a Jesus: “Ó Sabedoria… vinde ensinar-nos!” “Ó Emanuel… vinde salvar-nos!” etc. Este tipo de exclamações fez com que a imagem de Maria grávida se passasse a conhecer como a “Senhora do Ó.”

Porque é que no Advento os padres se vestem de roxo?

O roxo é a cor litúrgica associada à penitência e da conversão. A maior parte das pessoas associa a penitência sobretudo à Quaresma, mas também no Advento somos chamados à mudança e conversão. Somos desafiados a “preparar o caminho do Senhor.” Podemos fazer propósitos simples, rezar um pouco mais, fazer em família um calendário cristão de Advento com desafios diários, e claro, devemos aproveitar para nos confessarmos. Nos domingos de Advento não se canta o Glória, para nos lembrarmos que sem Jesus a nossa alegria não está completa. Também permite vibrar ainda mais com o Glória cantado pelos anjos na noite de Natal. O terceiro domingo do Advento é conhecido como domingo da alegria e por isso em vez de roxo, pode usar-se rosa.

Qual é o sentido da coroa de Advento?

Juntamente com o Presépio (é bonita a tradição de só lá colocar o menino na noite de 24) e a árvore de Natal, a coroa de advento é um símbolo decorativo que ajuda a preparar o Natal. As 4 velas representam os 4 domingos do Advento e, como se vão acendendo progressivamente, vamos tendo a sensação de que à medida que o Natal se vai aproximando, a luz vai aumentando. Normalmente, vemo-la nas igrejas, mas pode fazer-se em casa. Pode ser uma forma bonita de aproximar a liturgia da vida diária da família, repetindo à mesa o ritual que se fez no início da missa.

Quais são as principais figuras do Advento?

Aparece bastante o Profeta Isaías e as suas profecias de paz, que se concretizam com a chegada de Jesus. Outra figura bastante óbvia é João Batista, que tendo vindo antes de Jesus, prepara e anuncia humildemente a sua chegada. Dependendo do ciclo litúrgico, pode sublinhar-se mais a figura de S. José e a sua confiança silenciosa ou de Maria e o seu Sim generoso.

Se Jesus já veio, porquê esperar a sua vinda?

Dizia-se na catequese, em pequenino, que Jesus veio, vem e virá. Veio há 2000 anos, vem a cada dia à nossa vida, na Eucaristia (a presença de Jesus ressuscitado é o elemento central da nossa fé) e virá no final dos tempos, na plenitude dos tempos. No final do ano litúrgico. fala-se muito do fim do mundo e o Natal faz-nos desejar que o Reino de Deus se concretize numa sociedade em verdadeira paz, sem mentira, atenta a todos, sobretudo os mais desfavorecidos. Acreditamos que isto será verdade nesta última vinda de Cristo.

P. Luís Onofre Pinto, sj

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *