Vinte e seis passos do Advento ao Natal – 21

Dia 21: Não procurar coisas supérfluas

Que me não vençam, meu Deus, que me não vençam a carne e o sangue; que não me engane o mundo e a sua breve glória; que não sucumba ao demónio e à sua astúcia. Dá-me a força para resistir, a paciência para suportar, a constância para perseverar. Concede-me, em vez de todas as consolações do mundo, a suave unção do teu espírito, e em vez do amor carnal, o amor do teu nome. Eis que a comida, a bebida, o vestuário, tudo o que é feito para sustentar o corpo pesa ao espírito fervoroso. Faz que eu use com temperança de tais consolações, para que não me enrede nos excessivos desejos. Não se pode pôr tudo isto de parte, pois há que sustentar a natureza. Que em tudo isto, peço-te, me dirija e ensine a tua mão, a fim de que não caia nos excessos.

Resolução: Usar de grande moderação em tudo o que é necessário ao corpo.