Apresentação do nº 78 da revista “Família Carmelita”

Acaba de sair mais um número da revista “Família Carmelita”, o nº 78. Há uns meses atrás realizou-se o Capítulo da Ordem do Carmo em Portugal do qual surgiu uma nova equipa eleita que irá governar esta porção do Carmelo durante o triénio 2017-2020. Um novo programa já está na posse das comunidades e de cada religioso e já foram constituídas as equipas que irão trabalhar na concretização do programa nos sectores que lhes estão atribuídos. Neste triénio uma nova equipa terá a seu cargo a revista da Ordem do Carmo em Portugal.

Quanto ao nº 78 da “Família Carmelita” aproveitamos o que na “Nota de abertura” é dito para fazer a apresentação, tomando as palavras do novo Director, Fr. Pedro Monteiro, O. Carm. “Neste número da “Família Carmelita”, apresentam-se as prioridades para o triénio 2017-2020 que saíram do Capítulo Comissarial e que toda a Família Carmelita deve ter conhecimento, pois são prioridades para todos nós. Depois podem encontrar alguns artigos de formação sobre São Nuno de Santa Maria, um santo para os nossos dias, sobre o Profeta Elias, como um ícone do caminho que nós queremos seguir, sobre o Beato Carlos Foucauld, o irmão universal. Uma reflexão sobre os Consagrados e também reflexões sobre Santa Teresa de Ávila e informações sobre os Congressos que se realizaram nestes últimos meses, da Sociedade Portuguesa de Geografia sobre a Ordem do Carmo, o Congresso Internacional Mariano e também sobre o Encontro da Família Carmelita da Região Ibérica.

Esta revista pretende ser uma ajuda a toda a Família Carmelita para rezar, para meditar, para saborear, para aprofundar o que é ser carmelita, qual a nossa espiritualidade, os exemplos e modelos que nos ajudam no nosso caminho como carmelitas, uma bússola para nos ajudar a meditar dia e noite na lei do Senhor, como diz a nossa Regra”.

Desejamos que “Família Carmelita” tenha bom acolhimento e que cada um dos nossos amigos leitores seja um divulgador desta publicação, que é como que um Abraço que queremos estender a um maior número de pessoas.

Fr. Manuel Castro, O. Carm.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *