Comemoração de todos os fiéis defuntos – 2 de Novembro

Comemoração de todos os fiéis defuntos

Nós te rogamos, Senhor, / Pelos irmãos que morreram / E à procura do teu rosto / À tua porta bateram.

Recebe-os junto de Ti / Por tua grande bondade, / Teu amor os transfigure / Em divina claridade.

Pelo sangue que na Cruz / Por todos foi derramado, / Perdoa suas ofensas, / Purifica-os do pecado.

Lembra-te, Pai, que era frágil / O barro de que os fizeste. / Compadecido, recebe-os / Na tua glória celeste.

Os nossos rogos aceite / O teu coração paterno. / No esplendor da luz perpétua, / Dá-lhes o descanso eterno.

Prefácio da missa dos defuntos – I

Senhor, Pai santo, Deus eterno e omnipotente, é verdadeiramente nosso dever, é nossa salvação, dar-Vos graças, sempre e em toda a parte, por Cristo, nosso Senhor. N’Ele brilhou para nós a esperança da feliz ressurreição; e se a certeza da morte nos entristece, conforta-nos a promessa da imortalidade. Para os que crêem em Vós, Senhor, a vida não acaba, apenas se transforma; e, desfeita a morada deste exílio terrestre, adquirimos no céu uma habitação eterna. Por isso, com os Anjos e os Arcanjos e todos os coros celestes, proclamamos a vossa glória, cantando numa só voz: Santo, Santo, Santo

Preces

Oremos a Cristo, Nosso Senhor, que há-de transformar o nosso corpo miserável à semelhança do seu Corpo glorioso, e aclamemo-l’O dizendo: Senhor, Vós sois a ressurreição e a vida.

– Cristo, Filho de Deus vivo, que ressuscitastes de entre os mortos o vosso amigo Lázaro, ressuscitai para a vida e para a glória os defuntos que redimistes com o vosso Sangue. Senhor, Vós sois a ressurreição e a vida.

– Cristo, consolador dos aflitos, que, na morte de Lázaro, do jovem de Naim e da filha de Jairo, acorrestes compassivo a enxugar as lágrimas dos seus parentes e amigos, consolai também agora os que choram a morte dos seus entes queridos. Senhor, Vós sois a ressurreição e a vida.

– Cristo, Redentor do mundo, olhai com bondade para aqueles que não Vos conhecem e vivem sem esperança, para que também eles acreditem na ressurreição dos mortos e na vida futura. Senhor, Vós sois a ressurreição e a vida.

– Senhor, que enviastes o Anjo a confortar o vosso Filho na agonia do Horto, fazei-nos sentir o conforto da esperança na hora da nossa morte. Senhor, Vós sois a ressurreição e a vida.

– Vós que permitis a destruição da nossa morada terrestre, concedei-nos a eterna morada do reino dos Céus. Senhor, Vós sois a ressurreição e a vida.

Pai nosso…

Oração conclusiva

Deus, Pai de misericórdia, escutai benignamente as nossas orações, para que, ao confessarmos a fé na ressurreição do vosso Filho, se confirme em nós a esperança da ressurreição dos vossos servos. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.  Amen.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *