9ª Estação

9ª ESTAÇÃO: Jesus cai pela terceira vez

Ainda que caias cem vezes, levanta-te cada vez mais com maior presteza, demonstrando assim o teu amor por Ele. Santa Teresinha do Menino Jesus.

Senhor, tenho vergonha de mim mesmo; caio e volta a cair, perco-me, afasto-me, encerro-me. Quando estou assim, no chão e sem forças, entendo que a única coisa que há que fazer, o único passo a dar, é voltar a entrar em mim mesmo, como o filho pródigo da parábola, e ali, no fundo da alma, voltar a descobrir o teu amor por mim. Agarrado a ele poderei ressurgir, movido somente por uma infinita confiança em tua ternura de Amigo, ó meu Salvador.

Abrir

8ª Estação

8ª ESTAÇÃO: Jesus consola as filhas de Jerusalém

Ó Jesus, deixa que eu chore por mim mesmo, pois não sou senão uma árvore seca que só serve para ser lançada ao fogo. Porém tu dás nova vida à árvore seca enxertando-a na árvore da cruz. Beato Tito Brandsma.

Tu, Senhor, és o meu Fogo. Como árvore pobre e sem vida, só desejo lançar-me nos teus braços. Recebe-me, rogo-te. Não importa que isto signifique que terei de abraçar-me à cruz da tua dor. Só contigo posso novamente ser feliz. As nossas lágrimas unir-se-ão num canto de alegria.

Abrir

7ª Estação

7ª ESTAÇÃO: Jesus cai pela segunda vez

Quando caminhas na noite escura e no vazio da pobreza espiritual, pensas que te falta tudo e todos – inclusivamente Deus -. Contudo não te falta nada. S. João da Cruz.

Faltas-me, Senhor! Como podes dizer que estás perto de mim, que compartilhas tudo comigo? Sinto a solidão, a dor, a angústia. Também tu caíste sob o peso de um infinito sofrimento. Como poderei encontrar-te de novo, meu Pastor? Eu, ovelha tresmalhada, tenho necessidade de ti. Levanta-te, aparece de novo, ó bom Pastor! Então seguir-te-ei todos os dias da minha vida.

Abrir

6ª Estação

6ª ESTAÇÃO: A Verónica enxuga o rosto de Jesus

Ao longo do caminho da cruz Jesus não está só. Hoje como então, estão não só os adversários como também as pessoas que o ajudam. Representando a quantos o amam e desejam ajudá-lo está a Verónica. Santa Teresa Benedita da Cruz.

Senhor, tenho um desejo no coração: ser teu amigo, caminhar contigo, compartilhar a vida contigo. Sei que estás a sofrer ao percorrer o caminho da dor. Vejo muitas pessoas à tua volta. Também eu te procuro, aproximo-me o mais que posso. Quero amar-te; já nada mais me importa. Junto à Verónica procuro o teu rosto, pois tu és a minha Luz.

Abrir

5ª Estação

5ª ESTAÇÃO: O Cireneu ajuda Jesus a levar a cruz

Cada um tem a cruz que deve levar, ainda que cada cruz seja diferente das outras. Quem quiser conquistar a liberdade de espírito e não sentir-se continuamente atribulado, deve começar por não espantar-se da cruz. Então verá como o Senhor o ajuda a levá-la. S. João da Cruz.

Senhor, tenho medo. Desejaria fugir perante qualquer dor ou provação. Sobretudo, espanta-me e bloqueia-me a solidão, Cada vez que aparece na minha vida a sombra da cruz custa-me continuar a esperar. Sinto-me cansado, ó Jesus. Não obstante, desejo provar uma vez mais, desejo aproximar-me do teu coração. Estendo a minha mão e tomo a tua; ofereço-te a pouca força que tenho, o nada que sou. Somente contigo poderei levar também a cruz.

Abrir

4ª Estação

4ª ESTAÇÃO: Jesus encontra a sua Mãe

O Evangelho não coloca nenhuma palavra na boca da tua Mãe que está ao pé da cruz. Também tu, meu Jesus, não pronuncias nem uma só palavra. O teu silêncio é a palavra mais eloquente. Beato Tito Brandsma.

Senhor, eu também quero permanecer em silêncio neste momento para captar o intercâmbio de amor infinito que vos une a ti e à tua Mãe. Ó Jesus, levanto os olhos e vejo-te, continuo a olhar o teu rosto, teus olhos de Filho, que reflectem a figura da tua Mãe. Tu não falas, mas ofereces a tua Presença: entregas-te a ti mesmo e entregas a tua Mãe. Eu a recebo como minha Senhora, como minha Mãe dulcíssima.

Abrir

3ª Estação

3ª ESTAÇÃO: Jesus cai pela primeira vez sob o peso da cruz

 A “ciência da cruz” só pode ser adquirida somente depois de ter chegado a sentir radicalmente a cruz. A totalidade dos erros humanos pode ser eliminada pela expiação da cruz. Santa Teresa Benedita da Cruz.

Senhor, sei que não te conheço como deveria nem como desejaria. Sei que me falta muito caminho por andar indo atrás de ti, seguindo as tuas pisadas à sombra da cruz. Do que unicamente posso presumir é das minhas debilidades e dos meus erros. Humanamente falando, ó Jesus, sou pouca coisa, mas tendo-te a ti no coração e na vida, sinto-me rico e feliz. Não quero esconder-me de ti; abro as minhas mão e o meu coração para que possas entrar na minha pobreza com a verdadeira riqueza, que é a tua Cruz. Sim, meu Salvador, este é o sinal do Amor.

Abrir

2ª Estação

2ª Estação: Jesus carrega com a cruz

Jesus prodigaliza as suas cruzes como o sinal mais seguro da sua ternura, porque deseja fazer-te semelhante a Ele. Porquê ter medo de não ser capaz de levar a cruz sem desfalecer? Santa Teresinha do Menino Jesus.

 Senhor, muitas vezes na minha vida experimentei a tua ternura, sobretudo nos momentos de dor, quando não encontrei palavras para pronunciar, quando me era impossível orar, quando sozinho se fazia presente a noite… Tu estavas a meu lado, talvez no silêncio, com um toque apenas perceptível. Ó Jesus, muitas vezes te vi assim e pude olhar-te nos olhos. Quando voltava para a luz, quando as lágrimas tinham secado, sentia-me um pouco mais igual a ti, um pouco mais filho e irmão teu.

Abrir

Via Sacra-1ª Estação

VIA SACRA COM OS SANTOS CARMELITAS

1ª Estação: Jesus é condenado à morte

Quando a alma chega a não prestar atenção aos louvores, cada vez menos presta atenção às críticas. A crítica fortalece a alma, a qual vai adquirindo um particular e terno amor cada vez maior para com os seus perseguidores. Santa Teresa de Ávila.

Senhor, a minha alma está diante de ti. Tu conheces-me profundamente, sabes tudo sobre mim, lês o mais profundo da minha intimidade. Tu recolhes cada lágrima e respondes aos meus sorrisos. Na minha vida não há nenhum espaço ou tempo que tu não visites com o teu amor e com a tua amizade. Dou-te graças por tudo isto, meu Deus. O meu caminho nesta vida está já decidido: quero estar contigo em cada momento, na alegria e no cansaço, na paz e na incompreensão, na companhia e na solidão. A tua presença, ó Jesus, fortalece a minha alma, mesmo na debilidade.

Abrir